Adolescente que matou o menino Felipe é assassinado a tiros em Rancho Alegre


Caravelas: Foi assassinado no início da noite desta terça-feira, 15 de janeiro, o jovem Fabiano da Silva Miguel, vulgo “Bê”, 17 anos de idade, que é o um dos adolescentes acusado de ter matado o menino Felipe Gomes Lisboa, na época com 08 anos de idade, após um assalto nas imediações da Volta Miúda, pertencente à Caravelas. O crime aconteceu em julho de 2016 e causou grande repercussão na sociedade teixeirense pela forma cruel pela qual o garoto foi assassinado. O Fabiano e outro adolescente pegaram um pedaço de pau, e quando o pai do garoto passou em sua moto, eles desferiram pauladas nos dois (pai e filho) e tomaram a motocicleta de assalto.

Após derrubaram o pai e o garoto Felipe da moto, continuaram as agressões. Pai e filho foram socorridos ao Hospital, mas, o menino não resistiu aos ferimentos na cabeça e veio a óbito. Em uma ação rápida da CAEMA, os acusados foram localizados e apreendidos. Em setembro de 2016, após audiência, eles foram condenados a 03 anos de internação. Um deles, na época com 16 anos, não participou da audiência, pois, desde quando foi liberado na delegacia (após 45 dias), ele fugiu. Em janeiro de 2018, nossa equipe de reportagem até publicou uma matéria informando que esse adolescente teria sido assassinado em Nova Viçosa, mas, na verdade, o que foi assassinado, foi outro latrocida, que teria matado um idoso, em Rancho Alegre.

Na noite desta terça-feira, a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de homicídio em um estabelecimento comercial (bar), na Rua José Vaz Barreto, no distrito de Rancho Alegre, e quando a guarnição chegou ao local, confirmou o fato e identificou o adolescente. Segundo populares, o adolescente estava na varanda do bar e um veículo, sem identificação, se aproximou, e tiros foram ouvidos. O adolescente foi atingido e morreu no local. Os ocupantes do veículo fugiram sem deixar pistas. Populares disseram ainda ter ouvido 05 tiros e um veículo em alta velocidade saindo do local.

O crime foi comunicado à Polícia Civil e após tomar conhecimento do caso, o delegado plantonista, Charlton Bortolini, autorizou a remoção do corpo ao IML, onde será realizado  exames de praxe. Após necropsia, nesta manhã de quarta-feira, 16 de janeiro, será possível determinar a quantidade de tiros que atingiram o adolescente. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o crime. O procedimento será encaminhado ao delegado titular de Caravelas, Gilvan Meireles para dar continuidade.

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

sample-ad

Comentários

POST A COMMENT.