Após 12 anos de cuidados diários, mãe vê filho acordar de coma


Uma história para aquecer os corações: 12 anos após sofrer um grave acidente de carro, o chinês Wang Shubao despertou do estado de coma. Ao seu lado estava sua mãe, Wei Mingying, que o acompanhou diariamente durante todo esse tempo. “Nunca desisti dele”, afirmou a mulher de 75 anos em entrevista a jornalistas chineses — o caso foi repercutido em todo o país e ganhou as redes sociais de todo o planeta.

Shubao tinha 36 anos quando sofreu o acidente, que o deixou tetraplégico. Sem a presença de seu pai, que havia morrido quando ele ainda era criança, o chinês passou a ser cuidado todos os dias por sua mãe, que dava banhos, fazia massagem em seu corpo e o alimentava por meio de um tubo ligado ao estômago.

Após 12 anos de amor e cuidado, finalmente Shubao despertou do coma. Em imagens captadas pela televisão chinesa, o homem sorri ao sentir o carinho de sua mãe. De acordo com Wei Mingying, a risada é a única maneira de seu filho comunicar-se com ela.

Apesar de contrair diversas dívidas para manter o tratamento do filho — chegando a ficar sem dinheiro para comprar alimentos para si própria — a senhora de 75 anos afirma que tudo valeu à pena. “Espero que ele se recupere e possa me chamar de ‘mãe’ de novo um dia”, afirmou Mingying à TV chinesa.

A ciência afirma que, de fato, o cuidado de pessoas próximas a pacientes em coma pode fazer toda a diferença. Um estudo divulgado em 2014 no periódico científico The Lancet sugere que pacientes considerados em estado vegetativo podem ter um mínimo de consciência. Usando técnicas de ressonância magnética, pesquisadores da Université de Liège encontraram sinais de uma consciência mínima em 13 dos 42 pacientes analisados. Um ano depois, nove desses 13 pacientes foram re-examinados e considerados em estado minimamente consciente.

sample-ad

Comentários

POST A COMMENT.