Deputado Ângelo Coronel é eleito presidente da AL-BA


O deputado estadual Ângelo Coronel (PSD) foi confirmado, nesta quarta-feira, 1º, como novo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Candidato único ao cargo, Coronel obteve 57 votos, contra quatro nulos e um em branco.

Embora da base do governo e sob o comando do senador Otto Alencar (PSD), o social-democrata chega à presidência da Casa,  que foi ocupada nos últimos dez anos pelo deputado Marcelo Nilo (PSL), como uma candidatura forjada com o apoio da oposição.

Coronel preside, nesta quinta, 2, às 10 horas, a sessão de abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa da Bahia ao lado do governador Rui Costa, cujo partido – o PT –, mesmo tendo a maior bancada da Casa com 12 parlamentares, acabou ficando fora da Mesa Diretora.

No discurso de agradecimento pelos votos recebidos, o deputado Ângelo Coronel destacou, primeiro, o apoio “fundamental” do prefeito ACM Neto (DEM). O governador Rui Costa e o ex-governador Jaques Wagner só foram citados no final da lista.

Agradecimentos

“Quero agradecer ao querido amigo prefeito de Salvador, ACM Neto pela torcida e pelo apoio que me concedeu nesta jornada, responsável direto pelo convencimento dos colegas da oposição  me apoiarem, sem o qual não seria possível esta vitória”, afirmou Coronel.

O parlamentar também fez “um agradecimento especial ao amigo” e vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (PMDB), a quem o parlamentar atribui a sua decisão de disputar a presidência da Assembleia. “Bruno foi o primeiro a apostar neste projeto e  ter me convencido a entrar nesta disputa. Obrigado amigo”.

O novo presidente da Assembleia fez questão de citar os deputados federais, a maioria da oposição, que trabalharam por sua candidatura. “Deputado Elmar Nascimento (DEM), um gigante neste processo;  Paulo Azi (DEM), Ronaldo Carleto  (PP), Mário Júnior (PP), Lúcio Vieira Lima (PMDB), Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), Antonio Imbassahy (PSDB), Félix Mendonça (PDT), João Galberto (PSDB), e toda a bancada do PSD pelo trabalho e a ajuda nesta caminhada”.

Quando já chegava perto de dez minutos de discurso, Ângelo Coronel citou os integrantes da base do governo: o vice-governador João Leão (PP), “um dos responsáveis por eu estar nesta cadeira”; e o governador  Rui Costa e o ex-governador Jaques Wagner, “pela isenção neste processo, em que sempre lutaram pela unidade da base”.

O novo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia encerrou o discurso com um agradecimento especial ao “líder e compadre”, o senador Otto Alencar, apontado por ele “como o grande articulador e incentivador” da campanha de candidatura ao cargo.

Confira como ficou a mesa diretora

1º vice-presidente Luiz Augusto (PP),

2º vice-presidente Carlos Geilson (PSDB)

3º vice-presidente Alex Lima (PTN)

4º vice-presidente Manassés (PSL),

1º secretário Sandro Régis (DEM)

2º secretário Aderbal Caldas (PP)

3º secretário Fabrício Falcão (PCdoB)

4º secretário Luciano Simões Filho (PMDB)

Os suplentes são Augusto Castro (PSDB), Heber Santana (PSC), Carlos Ubaldino (PSD), Fabíola Mansur (PSB) e Ivana Bastos (PSD).

Fonte A Tarde

sample-ad

Comentários

POST A COMMENT.