Garoto de 17 anos pega prisão perpétua por planejar ataque em show de Bieber


Lloyd Gunton, de apenas 17 anos, postou no Instagram que era filiado ao Estado Islâmico, mas suas contas foram monitoradas pelas autoridades

Um garoto de 17 anos do País de Gales, chamado Lloyd Gunton, planejou entrar armado no show do Justin Bieber. A tragédia só foi evitada porque as redes sociais dele foram “grampeadas” pelas autoridades.

Essa é a cara do dele. Chama atenção o fato de que ele não é muçulmano ou descendente de árabes – e sim branco e ocidental. A foto foi feita pela South Wales Police e publicada pelos jornais britânicos:

O método para a captura dele foi terem encontrado no Instagram pessoal frases como “Que Alá traga terrorismo a Cardiff (capital do País de Gales) no dia 30 de junho”. Chama atenção o fato de como utilizaram as redes sociais para impedir o ataque. O monitoramento a mensagens de ódio, mesmo que com um certo toque de “Big Brother” do 1984, foi decisivo nesse caso. Por exemplo, no caso do atirador da Flórida, as redes dele já davam pistas sobre o ataque.

Essa é uma das imagens que ele postou no Instagram:

Foi essa foto no Instagram dele que chamou a atenção das autoridades

Ele já tinha uma carta escrita, que dizia “Eu sou um soldado do Estado Islâmico. Eu ataquei Cardiff hoje porque o governo continua bombardeando a Síria e o Iraque. Teremos mais ataques no futuro”. A carta, obviamente, era para ser divulgada depois do atentado – onde ele provavelmente morreria. Ele pegou prisão perpétua.

Portal R7!

sample-ad

Comentários

POST A COMMENT.