Mãe é presa por torturar filha de 3 anos e enviar vídeos ao pai

A polícia prendeu em flagrante uma mãe acusada de torturar a própria filha de três anos, gravar as agressões e enviar os vídeos ao pai da criança. A prisão de Viviane da Silva ocorreu neste sábado (7), em São GonçaloRegião Metropolitana do Rio de Janeiro, segundo informações do G1.

A mulher teria enviado os vídeos por WhatsApp como forma de atingir o pai da menina, que estaria se envolvendo com outra mulher.

   Segundo a versão da polícia, as imagens mostram a criança implorando à mãe para parar as agressões, chegando a pedir desculpas.

A queixa foi registrada pelo pai da criança, o que levou os policiais até a casa de Viviane da Silva para efetuar a prisão em flagrante. A menina de três anos foi encaminhada para o exame de corpo de delito, que atestou a existência de lesões.

   A mãe teria declarado, em depoimento, que se excedeu nas “medidas corretivas” porque a filha não queria jantar nem tomar banho.


Edição Bell Kojima/Repórter Coragem

Comentários

Top