Mazinho da Luzitana de Posto da Mata não morreu por picadas de abelhas, diz laudo do IML

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Itamaraju não confirmou a primeira noticia divulgada em vários sites da região, inclusive o Bahiaextremosul, que Rotemar Luiz Toretto, o popular Mazinho da Luzitana de Posto da Mata havia morrido vítima de ataque de abelhas em sua fazenda no interior de Itamaraju.

Conforme o servidor público Anderson Barbosa, Mazinho estava com o pulmão cheio de líquido e a causa morte foi embolia pulmonar e não foi verificado durante a autopsia, nenhum indício de picada de abelha.

Natural de Jaguaré/ES, Mazinho era parte integrante da comunidade de Posto da Mata desde 1994 quando se mudou para o município. Inicialmente atuou no ramo de supermercados e aos poucos foi se revelando notável comerciante, consolidando seu dinamismo à frente da empresa Luzitana Material de Construção.

O empresário também investiu na agricultura e pecuária, destacando-se como proprietário rural. Aos 51 anos de idade, deixa viúva dois filhos e dois netos.

O corpo foi velado no salão nobre do Centro Cultural de Posto da Mata.

Fonte: BahiaExtremoSul

Comentários

Top
Inline
Advertisement
Inline
Advertisement