Posto da Mata: Acusado de homicídio e estupro em MG é preso após agredir a companheira

Nova Viçosa: Policiais Militares do 4° Pelotão da 89ª CIPM, que são lotados no Distrito de Posto da Mata/Nova Viçosa, receberam uma denúncia através do 190, na noite desta quarta-feira (20), por volta das 18h30, informando que um homem estaria agredindo a sua companheira com um pedaço de madeira, em uma residência localizada no Bairro Santa Amélia, e na Rua que leva o mesmo nome do Bairro. Ao perceber aproximação da viatura, o suspeito tentou fugir em uma motocicleta, em alta velocidade, sendo interceptado, depois de uma longa perseguição.

Os militares, após ter detido o acusado, que foi identificado como, Gilvan Francisco Souza Barbosa, 35 anos de idade, retornaram até o endereço, confirmando assim a agressão física, na companheira, que relatou aos PMs que o mesmo teria lhe agredido por ciúmes, com um pedaço de madeira por duas vezes, na frente dos dois filhos menores. O acusado foi conduzido, juntamente com a vítima, para a sede da 8ª COORPIN em Teixeira de Freitas, e apresentado para o delegado plantonista, Júlio Telles.

Após ouvir os policiais, e a vítima, o delegado flagranteou o “Gilvan”, baseado na Lei Maria da Penha. Mas, o delegado ao fazer uma pesquisa no Sistema Integrado das Forças Policiais, encontrou dois mandados de prisão em desfavor do mesmo. Os mandatos são oriundos da Comarca da Vara Única do município de Esmeralda/MG, sendo um por homicídio, que foi expedido na data 16 de Dezembro de 2015, e outro por estupro de vulnerável, desde a data de 14 de junho de 2016.

O foragido, em seu depoimento, após o delegado ter lhe informado dos referidos mandados, ele alegou inocência nos dois casos, dizendo que homicídio teria colocado ele como acusado em decorrência ele ter tido um problema com a vítima em um acerto de tempo empregatício. Já o estupro, ele alega discriminação racial contra o mesmo, o que vieram-lhe acusar de tal crime.

O delegado Júlio, após ter lhe dado conhecimento em sua oitiva sobre a acusação de agressão, e dos mandados de prisão, determinou o seu recolhimento para a carceragem. O inquérito da agressão será encaminhado para a Delegacia Territorial de Nova Viçosa para que o delegado titular, Marco Antônio, possa finalizar e encaminhar para o Poder Judiciário da referida Comarca. O cartório Central da 8ª COORPIN deverá informar à Comarca da cidade de Esmeralda/MG, sobre a prisão do acusado, para as devidas providências de transferência do mesmo para um presídio do referido Estado.

O acusado deverá ser transferido ainda nesta quinta-feira (21), para o CPTF onde deverá aguardar a sua transferência.

Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Comentários

Top
Inline
Advertisement
Inline
Advertisement