Sarcopenia: sedentarismo e idade são as principais causas


Deixar de praticar atividades físicas durante a vida, principalmente após os 40 anos, é uma das principais causas da perda de massa muscular

 

Deixar de praticar atividades físicas durante a vida, principalmente após os 40 anos, é uma das principais causas da sarcopenia, a perda de massa muscular. Qualquer pessoa sedentária corre grande risco de desenvolver este problema.

— O músculo é formado por vários compartimentos, que são chamados de sarcômeros. A sarcopenia é a diminuição ou perda destes compartimentos. Ela pode começar a partir do momento em que um adulto fica inativo (sem praticar atividade física) — explica André Fernandes, presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF1).

Uma das principais consequências da sarcopenia é a perda de qualidade de vida. A diminuição do tônus muscular implica na redução da força, da capacidade de locomoção e, consequentemente, na produtividade no trabalho. Esta condição também aumenta a possibilidade de desenvolvimento de osteoporose.

— A partir do momento em que a pessoa começa a desenvolver sarcopenia, a velocidade do metabolismo diminui, facilitando a obesidade. Ocorre também a perda de massa óssea, pois um músculo fraco não consegue fortalecer o osso — pontua André.

Após os 40 anos, os adultos sedentários vão perdendo cerca de 0,5% de massa muscular por ano. Pode não parecer muito, mas aos 75 anos, a a diferença é grande.
Nos idosos, a sarcopenia pode levar a um quadro muito grave, já que a condição também afeta o equilíbrio e aumenta a chance queda, podendo provocar lesões graves.

Atividade física previne e trata o problema

A melhor maneira de se prevenir da sarcopenia é praticar atividades físicas que fortaleçam a musculatura do corpo. Vale musculação, ginástica localizada, pilates, hidroginástica… o que não pode é ficar parado.

— A prevenção deve ser feita com a prática regular de atividade física, aliada a uma boa alimentação, que vai proporcionar a quantidade necessária de proteína para o desenvolvimento e fortalecimento dos músculos — afirma Antonio Polaco, ortopedista e médico do esporte.

As mesmas recomendações dadas para a prevenção valem no tratamento. É possível recuperar a massa muscular perdida quando o caso é acompanhado por um profissional de educação física.

— Se uma pessoa é sedentária e está envelhecendo, com certeza terá sarcopenia. Isso pode se agravar por causa de uma condição genética, mas de qualquer forma ela vai sofrer da condição — alerta André.

sample-ad

Comentários

POST A COMMENT.