Teixeira de Freitas: Em quatro meses, mais de 500 casos de chikungunya são confirmados

Informação é da vigilância epidemiológica da cidade, que diz que número pode ser considerado surto. Município teve 1.027 casos suspeitos notificados.

De janeiro até 25 de abril deste ano, 546 casos de chikungunya foram confirmados em Teixeira de Freitas, cidade no extremo sul da Bahia. A informação é da Vigilância Epidemiológica do município. Conforme o órgão, só este ano, foram notificados 1.027 casos suspeitos da doença.

A vigilância não detalhou o número de casos da chikungunya em Teixeira de Freitas de janeiro a abril de 2017, mas disse que o índice deste ano é alto e pode ser considerado um surto. Não há registro de mortes por chikungunya no município.

No entanto, conforme o boletim da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), até 13 de março deste ano, Teixeira de Freitas apresentou a maior incidência de chikungunya, com 151 casos confirmados. Com relação aos números do mês de abril, a pasta informou que vai divulgar os dados em breve.

Ainda segundo a Vigilância de Teixeira de Freitas, para evitar o aumento de casos, ações de trabalho de campo estão sendo realizadas pelo grupo de combate de endemias, para reduzir a possibilidade de criadores que estão dentro dos domicílios e demais áreas da cidade.

Com relação às demais arboviroses, causadas pelo mosquito aedes aegypti, a vigilância informou que Teixeira de Freitas notificou 178 casos de dengue, com 23 confirmados e dois casos de zika.

Fonte: G1

Comentários

Top
Inline
Advertisement
Inline
Advertisement