Vereador é denunciado por roubo de notebook da Câmara de Nova Venécia

A polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do vereador Ronaldo Mendes Barreiros (SDD) e encontrou o notebook da Câmara, que teve o número de patrimônio do equipamento retirado.

A Polícia Militar encontrou um notebook roubado da Câmara Municipal de Nova Venécia na casa do vereador e ex-presidente da Câmara Ronaldo Mendes Barreiros (SDD). O mandado de busca e apreensão foi cumprido na manhã desta segunda-feira (9), após denúncia do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cumulativa de Nova Venécia.

Na denúncia, o MPES relata que em janeiro deste ano o vereador retirou o notebook, da marca Positivo, modelo Master, do Gabinete de Vereadores IV e o levou para casa, retirando o número de patrimônio do equipamento. O valor médio do aparelho no mercado é de R$ 1.258.

Por conta do desaparecimento do aparelho, foi aberta uma sindicância na Câmara, em que o próprio vereador foi ouvido. Câmeras de videomonitoramento da Câmara filmaram Barreiros saindo do gabinete com uma pasta de cor preta debaixo do braço no mesmo dia em que o notebook havia sumido. Em maio, Barreiros prestou depoimento e disse que a pasta tinha apenas documentos.

Para apurar o desaparecimento, a Polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na casa dele e localizou o notebook, que passou por perícia técnica, confirmando ser o mesmo aparelho usado na Câmara.

O MPES pediu a prisão preventiva e a condenação do vereador pelo crime de peculato-furto. Requer também a redução dos vencimentos dele em 60% durante o tempo em que durar o processo e o ressarcimento por dano moral à credibilidade da Democracia e da imagem dos parlamentares em R$ 200 mil.

“Assim agindo, observa-se que o denunciado, de forma livre e consciente, na qualidade vereador da Câmara Municipal de Nova Venécia/ES (funcionário público), subtraiu em proveito próprio bem público”, diz um trecho da denúncia.

Barreiros foi presidente da Câmara de 2013 a 2016. A reportagem tentou entrar em contato com o vereador por telefone, mas as ligações não foram atendidas.

Fonte: GazetaOnLine

Comentários

Top