Baleia é reavistada em Abrolhos 15 anos após última aparição

Uma baleia jubarte com ferimentos na nadadeira foi reavistada pela equipe do Projeto Baleia Jubarte, do Banco de Abrolhos, em Caravelas, 15 anos após ser vista pela última vez. O animal chamou a atenção da equipe por conta dos ferimentos na nadadeira caudal que, segundo a pesquisadora Daniela Abras, pode ter sido causado por alguma briga. “Ela tinha marcas de mordidas e pedaços da cauda faltando. Isso é um sinal de briga, provavelmente, com uma orca”, disse. A baleia foi identificada pelos pesquisadores na semana passada, por meio de fotos tiradas em observatório. “Identificamos que foi a mesma baleia, através de fotos da cauda, que é como se fosse uma impressão digital. Temos um catálogo de quase 4 mil fotos, todas tiradas desde 1988″, conta a bióloga. De acordo com a pesquisadora, a cada ano fica mais difícil reavistar as baleias catalogadas, já que uma população de cerca de 17 mil animais passa pela região. “O que nos chamou a atenção foram os ferimentos”. A gigante não estava sozinha, de acordo com o instituto, mas acompanhada de oito jubartes. Todas participavam de um grupo competitivo de reprodução, quando há machos disputando uma fêmea. (Informações: A Tarde)

Fonte:  Teixeira News / 22-10-2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *