Caminhão desgovernado destrói carro e invade panificadora Canaã

Panificadora Canaa destruida

Na manhã de sexta-feira, dia 10 de março, um caminhão de placa policial MOW 22 20, de Teixeira de Freitas, desceu de ré a ladeira da Rua Ipiranga, no bairro Santa Rita, em Teixeira de Freitas, colidindo em um carro e destruindo uma das paredes da Padaria Canaã.

Caminhao

De acordo com o proprietário da Panificadora, o senhor Fábio, o motorista desceu a ladeira e estacionou o caminhão já no final da subida. Ele ainda conta que o motorista não tomou as devidas precauções, saiu da cabine e deixou o veículo ligado. O caminhão, desgovernado, desceu uns 200 metros de ré, com a velocidade de 40 quilômetros e, conforme foi descendo, foi ganhando velocidade.

Panificadora Canaa destruida3

Durante a descida o caminhão bateu em vários lugares, primeiro em uma lixeira, depois bateu no carro seminovo de um parente do proprietário do estabelecimento, deixando o carro com a parte lateral esquerda destruída.

Algumas pessoas estavam na frente da padaria e por pouco não foram feridas gravemente. “Graças a Deus, os danos foram apenas materiais, tinha muita gente na rua, tinha funcionários da padaria, no local e ninguém se machucou. O mais incrível foi que minutos antes eu estava sentado na frente no lugar onde o caminhão bateu e, felizmente sai uns 5 minutos antes. Eu tenho uma perna só e isso dificultaria, se fosse o caso de correr da frente do caminhão”, completou Fábio.

Panificadora Canaa destruida2

Segundo parentes do dono do caminhão, após ele ligar o veículo resolveu entrar em sua propriedade, que fica na mesma ladeira onde ocorreu a tragédia, para beber água. Nesse momento o caminhão começou a descer, não havia ninguém na cabine e ninguém conseguiu controlar antes da batida.

A Polícia Militar esteve no local fazendo o registro do acidente. O proprietário do caminhão se propôs arcar com todos os danos causados aos vizinhos e ao dono do veículo destruído. Os carros não foram retirados do local.

Fonte: Sulbahianews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *