Homem joga gasolina na sogra e no neto dela e põe fogo; a idosa morreu

Um homem matou a sogra, de 79 anos, na cidade de Gongogi, região sul da Bahia, na noite de sábado (16). Segundo familiares, o genro, José Orlando Dias de Moura, de 50 anos, jogou gasolina na idosa e no neto dela, e depois ateou fogo.

O crime aconteceu no Bairro Novo, durante briga com a companheira do suspeito, que tinha reatado relacionamento há apenas oito dias. O suspeito fugiu de carro e é procurado pela polícia. A idosa Hilda Quirino Santos é mãe do vereador da cidade, Antônio Quirino Pereira Neto, e o corpo foi velado na Câmara Municipal na tarde deste domingo.

“Ele estava separado da minhã irmã e pediu para voltar. Tinham oito dias que eles tinham reatado. Eles começaram a discutir. Minha mãe mora na casa ao lado, estava costurando e foi defender a minha irmã. Ele estava com o galão de gasolina e, quando foi jogar em minha irmã, a minha mãe atravessou na frente. Todo o pessoal se mobilizou com extintor, água, areia, mas não deu para salvá-la”, disse André Luis Barbosa, filho mais novo da idosa, de 39 anos.

O neto, que tem 21 anos, sofreu queimaduras em parte do corpo e está internado no Hospital de Base de Itabuna. Segundo os familiares, ele está consciente. Os parentes não sabem o que pode ter motivado o crime. “Ele ameaçava direto a minha irmã. Não deixava ela em paz não. Ele é frio e calculista. Foi uma pessoa que minha mãe criou, que está há mais de 30 anos na família. Ele não deve estar muito longe, porque é uma pessoa analfabeta, não tem carteira de motorista, não pode ir muito longe”, disse o filho. [G1 BA]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *