Projeto Missão Coração em Chamas: Revitalizando a Fé, Fortalecendo a Comunidade

Título: Projeto Missão Coração em Chamas: Revitalizando a Fé, Fortalecendo a Comunidade

Introdução

Excelentíssimo Dom Jailton Lino, com profunda reverência e alegria, temos a honra de apresentar a Missão Coração em Chamas. Este projeto meticulosamente elaborado e de grande alcance visa reacender a chama da fé na vida paroquial e comunitária, inspirando em cada coração o profundo desejo de servir e um amor fervoroso pela Adoração a Jesus Eucarístico. Em cada seção deste documento, apresentamos um plano teórico e metodológico abrangente, abordando cada aspecto com uma profundidade incomparável, com o objetivo de garantir a precisão e evitar lacunas interpretativas. Levamos em consideração as experiências exitosas de missões similares para moldar e aprimorar nossa abordagem.

Fundamentação Teórica

A Missão Coração em Chamas é firmemente alicerçada em três pilares teóricos, que são intrinsecamente entrelaçados com os ensinamentos do Concílio Vaticano II e de São João Paulo II. Nosso objetivo é promover uma compreensão mais profunda destes princípios e inspirar ação e devoção:

a) Adoração Eucarística: Nosso primeiro pilar visa aprofundar a compreensão e estimular a devoção à Adoração a Jesus Eucarístico, posicionando-o no cerne da vida cristã. Enfatizamos este aspecto em consonância com a Lumen Gentium, a Constituição Dogmática do Concílio Vaticano II, que proclama a centralidade da Eucaristia na vida da Igreja.

b) Serviço e Caridade: Inspirados pela Gaudium et Spes, o segundo pilar do projeto busca estimular o comprometimento ativo dos fiéis em ações de caridade e serviço à comunidade. Nosso objetivo é que o Evangelho seja vivenciado na prática, traduzindo palavras e sentimentos em ações concretas de amor ao próximo.

c) Formação e Acompanhamento: Nosso terceiro pilar tem como propósito oferecer um processo de formação e suporte contínuo aos participantes. Nossa intenção é auxiliar cada indivíduo em sua jornada de crescimento espiritual e comunitário, capacitando-os para servir nas diversas pastorais das paróquias e comunidades. Esta perspectiva é um eco dos ensinamentos de São João Paulo II, que enfatizou veementemente a necessidade de formar a juventude, encorajando-os a serem evangelizadores de seus pares.

Em cada um destes pilares, buscamos um equilíbrio entre teoria e prática, ensinamento e ação. Acreditamos que a fé vivida é a fé que transforma, e é com esse espírito que delineamos nosso projeto. Ao avançarmos na Missão Coração em Chamas, é nosso fervoroso desejo que cada coração se torne uma tocha acesa, um farol de fé e amor em nossas comunidades.

2.1. Contexto Bíblico, Eclesial e Teológico

A fundamentação teórica do projeto encontra suas raízes nas Sagradas Escrituras, nos ensinamentos da Igreja Católica e é fortalecida pelas contribuições de pensadores, santos e documentos significativos da Igreja. Além disso, abraçamos os ensinamentos de São Francisco de Assis e Santa Dulce dos Pobres, cujas vidas e obras ilustram a dedicação ao serviço, à caridade e à justiça social:

a) João 6, 51-58: A importância da Eucaristia como alimento espiritual para a vida eterna e a centralidade da presença real de Cristo.

b) Mateus 25, 31-4B8r3B4p7yhRXuBWLqsQ546WR43cqQwrbXMDFnBi6vSJBeif8tPW85a7r7DM961Jvk4hdryZoByEp8GC8HzsqJpRN4FxGM9necessidade de atender aos mais vulneráveis.

c) Documento de Aparecida: A necessidade de formar discípulos missionários e comprometidos com a evangelização, enfatizando o protagonismo dos leigos na Igreja.

d) Concílio Vaticano II: A concepção de Igreja como Povo de Deus e a responsabilidade de cada batizado na missão evangelizadora, conforme ressaltado no Código do Direito Canônico.

e) Ensinos de São João Paulo II, especialmente em sua exortação apostólica “Christifideles Laici”, que enfatiza a vocação e a responsabilidade dos leigos na missão da Igreja.

f) Os escritos e exemplos de Santa Dulce dos Pobres, que personificou o serviço aos mais necessitados como expressão do amor a Deus, seguindo os passos de São Francisco de Assis.

Metodologia

A metodologia da Missão Coração em Chamas é dividida em cinco fases cuidadosamente estruturadas, que buscam garantir uma implementação eficaz e um impacto duradouro:

I. Diagnóstico Paroquial: Realizar uma avaliação abrangente da situação atual da paróquia, identificando as necessidades específicas, potencialidades e áreas de crescimento, engajando a comunidade paroquial no processo.

II. Planejamento e Estruturação: Desenvolver estratégias e ações específicas, personalizadas e inovadoras, para atender às necessidades identificadas no diagnóstico, estabelecendo metas mensuráveis e prazos realistas.

III. Implantação: Executar as ações planejadas, garantindo a participação ativa da comunidade e a colaboração entre os diversos grupos e movimentos paroquiais, acompanhando e ajustando conforme necessário para alcançar os objetivos propostos.

IV. Avaliação e Acompanhamento: Monitorar o progresso das ações e o impacto na vida dos participantes, utilizando indicadores de desempenho e feedback dos envolvidos, realizando ajustes quando necessário, e promovendo ações de formação continuada.

V. Consolidação e Multiplicação: Estabelecer ações e estruturas que garantam a continuidade do projeto, fortalecendo a comunidade paroquial e, ao mesmo tempo, preparando-se para levar a Missão Coração em Chamas para outras paróquias, compartilhando aprendizados e melhores práticas, e adaptando a metodologia à realidade e às necessidades de cada comunidade.

2.2. Contexto Canônico

Além do contexto bíblico, eclesial e teológico, o projeto se alinha ao Código de Direito Canônico, especialmente ao cânon 528 que diz respeito ao papel do pároco na condução da vida paroquial. Ele é responsável por assegurar que a palavra de Deus seja proclamada em sua totalidade aos que vivem na paróquia. Deve promover e sustentar a ação evangelizadora para que os fiéis sejam instruídos na fé católica, a liturgia e a catequese sejam cuidadosamente organizadas, e o amor dos homens e mulheres seja alimentado pela Eucaristia para produzir frutos de boas obras.

2.3. Inspiração Franciscana e Dulciana

A espiritualidade de São Francisco de Assis e Santa Dulce dos Pobres permeia este projeto, inspirando a prática da simplicidade, humildade, caridade e cuidado com os mais pobres e vulneráveis. São Francisco, com sua ênfase na fraternidade e na paz, e Santa Dulce, com seu incansável serviço aos necessitados, são modelos de vida cristã que devem inspirar os participantes da Missão Coração em Chamas a se comprometerem com a transformação social e a prática do amor ao próximo.

Estes aspectos, combinados com a metodologia descrita, são os pilares que sustentam e orientam a Missão Coração em Chamas, fornecendo uma estrutura sólida e detalhada para a implementação do projeto. O objetivo final é fomentar um renovado amor à Eucaristia, promover a prática do serviço e da caridade, e formar uma comunidade de fiéis comprometidos com a evangelização e com a transformação da sociedade à luz do Evangelho.

Capítulo IV: Diretrizes

As diretrizes delineiam o caminho para a execução do Projeto Missão Coração em Chamas, esclarecendo as ações e estratégias que serão utilizadas para atingir os objetivos propostos. Elas são baseadas nos princípios de transparência, responsabilidade, inclusão, e colaboração, refletindo os valores e ideais da nossa fé cristã.

1. **Transparência**: Todas as ações e decisões relativas ao projeto devem ser realizadas de forma transparente, garantindo que todos os envolvidos estejam cientes dos processos e resultados. Isso inclui a comunicação regular com os participantes, a disponibilização de informações sobre o progresso do projeto e a prestação de contas dos recursos utilizados.

2. **Responsabilidade**: A responsabilidade é primordial no desenvolvimento e implementação do projeto. Cada membro da equipe do projeto, desde os líderes até os voluntários, deve assumir a responsabilidade por suas tarefas e contribuições, assegurando que todas as atividades sejam realizadas de maneira ética e eficiente.

3. **Inclusão**: O projeto deve ser inclusivo, acolhendo todas as pessoas, independentemente de sua idade, sexo, raça, origem étnica, status socioeconômico ou habilidades. É crucial que o projeto seja acessível a todos, oferecendo oportunidades iguais para participação e engajamento.

4. **Colaboração**: A colaboração entre os participantes do projeto é vital para o seu sucesso. Encorajamos o trabalho em equipe, a partilha de ideias e a cooperação entre diferentes grupos e indivíduos, tanto na fase de planejamento quanto na execução do projeto.

5. **Formação Contínua**: O projeto deverá proporcionar oportunidades para o crescimento e a formação contínua dos participantes, abrangendo aspectos espirituais, teológicos e pastorais. Além disso, deve-se incentivar o desenvolvimento de habilidades e competências que possam contribuir para o serviço comunitário e a vida eclesial.

6. **Sustentabilidade**: As atividades e iniciativas do projeto devem ser planejadas e implementadas de forma a garantir sua sustentabilidade a longo prazo. Isso envolve o uso eficiente e responsável dos recursos, a busca por fontes de financiamento diversificadas e estáveis, e a criação de estruturas e processos que permitam a continuidade do projeto além de sua fase inicial.

Estas diretrizes formam a base sobre a qual o Projeto Missão Coração em Chamas será construído, orientando todas as suas fases, desde o planejamento à implementação, avaliação e consolidação.

Capítulo V: Diretrizes Gerais, Hierárquicas Eclesiais e Civis

As seguintes diretrizes são orientações amplas e abrangentes que garantem a conformidade do Projeto Missão Coração em Chamas com as normas eclesiais e civis, bem como com os princípios éticos, sociais e teológicos. Elas têm como objetivo garantir que o projeto seja conduzido de maneira responsável, respeitosa e legal, honrando os compromissos e responsabilidades tanto no âmbito da Igreja como no da sociedade.

1. **Conformidade com as Diretrizes Eclesiais**: O projeto deve estar em total conformidade com os ensinamentos e as normas da Igreja Católica. Isso inclui o respeito à hierarquia eclesial, a observância dos ritos e práticas litúrgicas, a adesão à doutrina e moral católicas e a conformidade com o Código de Direito Canônico.

2. **Respeito à Autoridade Hierárquica**: O projeto deve reconhecer e respeitar a autoridade da hierarquia eclesial. Isso envolve a colaboração com o bispo diocesano, os párocos e outros líderes eclesiásticos, buscando seu apoio, orientação e aprovação nas fases de planejamento e implementação do projeto.

3. **Conformidade com as Leis Civis**: O projeto deve cumprir todas as leis e regulamentos civis aplicáveis. Isso inclui, mas não se limita a, as leis relacionadas ao uso e gestão de recursos, proteção de dados, direitos humanos, saúde e segurança, e responsabilidade civil.

4. **Compromisso com a Justiça Social**: O projeto deve se comprometer a promover a justiça social, defendendo os direitos e a dignidade de todas as pessoas, especialmente dos mais vulneráveis e marginalizados. Isso envolve a promoção da igualdade, a luta contra a discriminação e a promoção da inclusão e da participação social.

5. **Responsabilidade Ecológica**: O projeto deve adotar práticas sustentáveis e ecologicamente responsáveis. Isso envolve o uso eficiente e consciente de recursos, a minimização de resíduos e poluição, e a promoção da conservação ambiental e da biodiversidade.

6. **Promoção do Diálogo e da Paz**: O projeto deve promover o diálogo, a reconciliação e a paz, tanto dentro da comunidade eclesial como na sociedade em geral. Isso envolve o respeito à diversidade, a promoção do entendimento mútuo, a resolução pacífica de conflitos e a construção de pontes de comunicação e cooperação entre diferentes grupos e indivíduos.

Estas diretrizes gerais, eclesiais e civis servem como um guia para a condução do Projeto Missão Coração em Chamas, assegurando que ele seja realizado de maneira ética, legal e socialmente responsável, em conformidade com as expectativas e normas tanto da Igreja Católica como da sociedade em geral.

3.1. Abordagem Participativa Reforçada

A metodologia adotada pela Missão Coração em Chamas é estrategicamente desenhada para favorecer uma abordagem participativa, entrelaçando-se com a comunidade em todas as fases do projeto. Não apenas encorajamos, mas também fomentamos a participação ativa dos fiéis, estabelecendo uma simbiose entre a Missão e a comunidade por meio de:

a) Consultas e diálogos contínuos com a comunidade: Adotamos uma abordagem de escuta ativa, procurando captar as expectativas, necessidades e anseios da comunidade. Essas informações são cruciais para moldar nosso planejamento estratégico e garantir que nossas ações estejam alinhadas com os interesses e necessidades da comunidade.

b) Formação de comitês e equipes de trabalho diversificadas: Estabelecemos grupos multidisciplinares, cada um responsável por coordenar e implementar diferentes ações e programas da missão. Esse arranjo garante uma ampla representação da comunidade e fomenta a colaboração e cooperação entre seus membros.

c) Monitoramento e avaliação participativa regular: Incentivamos fortemente uma cultura de autoavaliação e revisão coletiva. Por meio de feedback contínuo e avaliações periódicas, buscamos aprimorar nossas ações e aumentar o engajamento e o senso de propriedade dos participantes no projeto.

3.2. Ações e Programas Ampla Gama

A Missão Coração em Chamas propõe um catálogo diversificado de ações e programas, desenhados para engajar diferentes segmentos da comunidade e atender a uma ampla gama de necessidades espirituais, educacionais e sociais. Incluem-se:

a) Programa de Formação Eucarística Expandido: Cursos abrangentes, retiros imersivos e encontros interativos destinados a aprofundar a compreensão da doutrina da Eucaristia e a devoção a Jesus Eucarístico, em linha com as orientações do Concílio Vaticano II.

b) Grupos de Oração e Adoração Diversificados: Encontros regulares e variados para oração, adoração e partilha de fé, acomodando diferentes estilos de espiritualidade e horários.

c) Projetos Sociais e Voluntariado Inclusivo: Incentivamos e organizamos uma variedade de ações de caridade e serviços comunitários, inspirados no exemplo de Santa Teresa de Calcutá e adaptados às necessidades locais.

d) Escola de Formação para Lideranças Abrangente: Programa de formação de lideranças que aborda uma gama completa de habilidades e competências necessárias para liderar efetivamente diversos ministérios e pastorais na paróquia. Nosso programa está alinhado com a visão de João Paulo II de “jovens evangelizando jovens”.

i) Pastoral da Catequese Inovadora: Adotamos uma abordagem moderna e envolvente para ensinar crianças e adultos sobre a fé católica, utilizando tecnologia, arte e outros métodos criativos de aprendizado.

ii) Pastoral da Juventude Dinâmica: Trabalhamos com os jovens, proporcionando-lhes oportunidades diversificadas para crescer em sua fé e se envolver com a comunidade. Nossas atividades abrangem desde eventos sociais e recreativos até programas de mentoria e formação espiritual.

iii) Pastoral Familiar Integrada: Apoiamos e fortalecemos as famílias em sua jornada de fé, proporcionando recursos, orientação e suporte para ajudá-las a construir um lar que reflete os valores do Evangelho. Nossas atividades abrangem desde cursos de preparação para o casamento até programas de apoio para pais e crianças.

iv) Pastoral dos Idosos Envolvente: Nos comprometemos a acompanhar e prestar assistência espiritual e material aos idosos, reconhecendo e valorizando sua experiência, sabedoria e contribuição para a comunidade. Nossas atividades incluem visitas domiciliares, grupos de partilha, retiros e atividades recreativas.

e) Encontros de Espiritualidade para Casais e Famílias Personalizados: Oferecemos uma variedade de oportunidades para casais e famílias se engajarem na reflexão, oração e partilha, com o objetivo de fortalecer sua espiritualidade e laços familiares. Nossos programas são adaptados às necessidades e circunstâncias específicas de cada família.

f) Iniciação Cristã para Adultos Expandida: Oferecemos um processo de formação integral para aqueles que buscam aprofundar sua fé e se engajar na vida da Igreja. Nosso programa é baseado nas orientações do Documento de Catequese do Adulto e complementado com recursos de aprendizagem e apoio personalizados.

g) Terço nas Casas Adaptado: Organizamos a realização de terços nas casas das pessoas, adaptando a liturgia e os rituais às necessidades e preferências de cada casa. Esse programa reflete nossa visão de uma Igreja em saída, em busca de leigos, famílias e, sobretudo, de almas.

h) Programa de Intercessão Comunitária: Implementamos um programa de oração estruturado, que permite aos membros da comunidade se unirem em intercessão uns pelos outros e pelos desafios da comunidade em geral. Isso inclui a criação de grupos de oração e a organização de vigílias de oração.

i) Missões de Rua: Incentivamos a participação ativa em missões de rua, onde os membros da comunidade podem compartilhar a palavra de Deus e se conectar com aqueles que estão menos envolvidos com a Igreja.

j) Formação Continuada para os Ministros da Palavra: Asseguramos que todos os ministros da palavra estejam plenamente preparados e equipados para o seu ministério. Para isso, oferecemos treinamentos e recursos contínuos, abrangendo desde habilidades de oratória até estudo aprofundado da Escritura.

k) Acompanhamento Espiritual Personalizado: Procuramos garantir que cada membro de nossa comunidade tenha acesso ao aconselhamento e acompanhamento espiritual. Isso envolve a disponibilidade de sacerdotes e leigos treinados para fornecer orientação espiritual.

l) Programa de Acolhida: Implementamos um programa de boas-vindas abrangente para novos membros, facilitando sua integração na vida da comunidade. Isso inclui a realização de eventos de socialização, a oferta de informação e recursos úteis e a atribuição de um “amigo da comunidade” para prestar apoio individualizado.

m) Recursos de Comunicação Dinâmica: Garantimos a eficácia de nossa comunicação através de diversos canais, incluindo boletins impressos e digitais, redes sociais e nossa plataforma online. Estes recursos proporcionam informações atualizadas sobre nossos programas e eventos, além de conteúdo formativo e inspiracional.

n) Inclusão e Diversidade: Enfatizamos a inclusão e a diversidade em todas as nossas ações e programas, garantindo que todos se sintam bem-vindos e valorizados em nossa comunidade. Isso inclui o respeito e a valorização de todas as idades, etnias, culturas, habilidades e orientações de vida.

Cada aspecto do projeto Missão Coração em Chamas é elaborado com a intenção de alimentar e aprofundar a vida espiritual de cada membro da comunidade, promovendo uma cultura de participação ativa e de compromisso com a missão da Igreja. Com um espírito de fé, esperança e amor, nos dedicamos a caminhar juntos na jornada de crescimento espiritual e de serviço ao próximo.

4.1. Ações Complementares

Além destas ações principais, a Missão Coração em Chamas inclui também:

a) Oficinas e palestras: Promover eventos de formação abrangentes e aprofundados sobre temas específicos, tais como liturgia, moral cristã, teologia, espiritualidade, história da Igreja e doutrina social. Estes eventos podem ser realizados com a colaboração de especialistas, teólogos e outros profissionais qualificados, garantindo a qualidade e relevância do conteúdo apresentado.

b) Encontros intergeracionais: Organizar atividades intencionalmente projetadas para promover a interação entre diferentes gerações, favorecendo a troca de experiências, a construção de vínculos fraternos e a transmissão de tradições e valores. Estas atividades podem incluir grupos de estudo, oficinas, retiros e eventos sociais.

c) Acompanhamento espiritual: Oferecer orientação e direção espiritual individualizada, disponibilizando sacerdotes, religiosos e leigos experientes e capacitados para auxiliar os fiéis em seu caminho de santidade e crescimento na fé. O acompanhamento espiritual será realizado de maneira flexível e adaptada às necessidades específicas de cada indivíduo.

d) Formação para a vida comunitária: Desenvolver programas de capacitação e workshops que preparem os membros da comunidade para viver em harmonia e comunhão, trabalhando juntos pelo bem comum e pelo crescimento espiritual de todos. Estes programas devem abordar temas como resolução de conflitos, comunicação assertiva, liderança servidora e discernimento vocacional.

e) Ações de evangelização: Implementar estratégias criativas e eficazes para levar a mensagem do Evangelho a pessoas que ainda não participam da vida da Igreja, convidando-as a conhecer a fé e a se integrar à comunidade. Estas ações podem incluir missões de rua, campanhas nas redes sociais, eventos abertos e programas de acolhida para novos membros.

Indicadores de Sucesso e Avaliação

Para garantir o progresso e o impacto da Missão Coração em Chamas, estabelecemos indicadores de sucesso quantitativos e qualitativos que serão monitorados e avaliados regularmente:

a) Aumento da frequência e participação nas atividades paroquiais e comunitárias, com análise detalhada do perfil dos participantes e da diversidade de públicos atendidos.

b) Crescimento no engajamento e comprometimento dos fiéis nas ações de caridade e serviço, incluindo o número de projetos realizados, pessoas beneficiadas e recursos mobilizados.

c) Desenvolvimento de novas lideranças e fortalecimento das pastorais e ministérios, medido por meio do aumento de membros ativos, capacitação de líderes e ampliação das áreas de atuação.

d) Aprofundamento na devoção à Adoração a Jesus Eucarístico e na vida de oração dos participantes, avaliado por meio de testemunhos pessoais, participação em momentos de oração e práticas devocionais.

e) Expansão da Missão Coração em Chamas para outras paróquias e comunidades, quantificada pelo número de paróquias que adotaram a missão e os resultados positivos obtidos nesses locais.

A avaliação e o acompanhamento serão realizados por meio de um processo sistemático e transparente, que inclui:

Reuniões periódicas com as equipes de trabalho e lideranças para verificar o andamento das ações, discutir desafios e oportunidades, identificar possíveis ajustes e celebrar sucessos. Estas reuniões devem ser conduzidas de maneira aberta e inclusiva, incentivando a participação de todos e valorizando a diversidade de opiniões e perspectivas.

Pesquisas e questionários aplicados aos participantes para medir o nível de satisfação, engajamento, aprendizado e transformação nas atividades e programas. Os questionários devem ser elaborados de maneira clara e objetiva, garantindo a confidencialidade das respostas e o respeito pela privacidade dos participantes.

Análise dos indicadores de sucesso e comparação com as metas estabelecidas, com relatórios regulares que apresentem os resultados de maneira clara e compreensível, destacando os avanços, desafios e aprendizados. Esses relatórios devem ser compartilhados com a comunidade, promovendo a transparência e a responsabilização.

Além disso, a Missão Coração em Chamas está comprometida em aprender com a experiência e melhorar continuamente. Portanto, todas as ações, programas e iniciativas serão avaliados de maneira crítica e reflexiva, buscando identificar lições aprendidas, boas práticas e oportunidades de melhoria. Este processo de aprendizado e melhoria contínua será integrado em todas as atividades e decisões da Missão Coração em Chamas, garantindo que a nossa missão de evangelização e formação esteja sempre se adaptando e respondendo às necessidades e desafios do nosso tempo.

Conclusão:

Concluímos esta proposta, apresentando a Missão Coração em Chamas como uma iniciativa meticulosamente delineada, permeada pela profundidade e abrangência de sua estrutura. Este projeto foi cuidadosamente concebido com o objetivo singular de revitalizar a vida paroquial e comunitária, fortalecendo nossa adoração e devoção ao Sagrado Coração de Jesus na Eucaristia, estimulando o desejo inerente de servir e amplificando nossa consciência social.

Ao expor este projeto diante de Vossa Excelência, Dom Jailton Lino, buscamos não somente a sua valiosa aprovação, mas também o seu inestimável apoio para implementar e propagar esta missão. Aspiramos, por meio desta empreitada, transformar positivamente a vida de uma multiplicidade de indivíduos e comunidades, impactando cada coração de maneira única e profunda.

Este projeto se inspira e se guia pelos ensinamentos sagrados de São João Paulo II, com a determinação de cultivar uma evangelização de jovens para jovens. Este modelo está alicerçado nos passos de santos e pensadores que dedicaram incansavelmente suas vidas ao serviço do Evangelho, cujos exemplos de fé e devoção nos fornecem as diretrizes para a propagação do amor e da fé.

Acreditamos firmemente que, juntos, possuímos a força e a determinação para acender a chama do amor e do serviço em nossos corações e naqueles que encontramos em nosso caminho. Estamos comprometidos em viver plenamente o Evangelho de Cristo, promovendo uma cidadania ativa e consciente por meio do amor incondicional ao próximo.

Nossa aspiração é que a Missão Coração em Chamas seja um farol de luz e esperança para todas as almas que tocamos, acendendo a chama do amor divino em cada coração, e inspirando uma onda de mudança positiva e transformadora em nossa comunidade e além.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *