Vejam o que especialistas falam sobre dietas malucas para o verão

Nesta época do ano, as pessoas costumam se preocupar mais em entrar em forma e conquistar um corpo sarado. Em nome dessa vaidade, muitas acabam exagerando nos exercícios físicos e fazendo dietas ditas como “milagrosas”, como dietas da sopa, da lua, do carboidrato, dentre outras.

O Sulbahianews conversou com alguns especialistas em Teixeira de Freitas, para poderem falar dos riscos desse comportamento e darem dicas do que fazer para se alcançar o físico desejado com saúde.

A nutricionista Sarah Kangussu Rios, atenta ao fato que esses tipos de dietas da moda costumam ser muito restritivas, “a pessoa vem com hábitos errados durante o ano inteiro e no final do ano quer “secar”, então dá uma desregulada na pressão e na glicose, a pessoa perde massa magra, em vez de massa gorda e fica desidratada, levando a vários problemas de saúde, além de infarto e insuficiência cardíaca, e o pior é que não conseguirá alcançar o objetivo, que é ficar com corpo magro”.

Sobre o shakes, que são substituições líquidas alimentares, a nutricionista diz que o uso deles depende do objetivo da pessoa e cada organismo reage de uma forma, o ideal seria que, antes de fazer uso desse tipo de alimento, a pessoa consulte um profissional da área para lhe indicar qual seria a dieta apropriada.

Os contatos para uma consulta com Sarah são os (73) 982182319 e (73) 99615170 (whatsapp), lembrando que ela atende em domicílio e em breve no CEMED.

No verão, a nutricionista recomenda uma hidratação intensa, por isso, é necessário que as pessoas bebam bastante água, além de comer mais frutas e alimentos mais leves, sem deixar de comer os outros alimentos que são necessários para nossa saúde.

“O mais importante é que a pessoa possa fazer o equilíbrio da alimentação durante o ano inteiro, pois esse tipo de dieta muito restritiva em uma semana a pessoa perde peso rápido, mas nem sempre é perdendo gordura, e sim a massa magra, ocasionando alterações de humor, de pressão, de glicose, então, o ideal é o ano inteiro se preparar para alcançar o corpo desejado”.

Gilberto Domingos Cruz, o Gil, proprietário da Academia do Gil, e também educador físico, diz que, não é o que os donos de academia gostariam que acontecesse, mas, infelizmente, nessa época do ano as pessoas costumam ir a academias em busca de resultados milagrosos em pouco tempo, para ficarem com corpos mais magros e sarados para o verão.

Essa realidade está sendo mudada, “tenho avaliado muita gente com objetivo de saúde e qualidade de vida, o que não se via antes, pois as pessoas procuravam as academias somente com preocupações estéticas”.

É importante que as pessoas entendam que “a atividade física não é para ser uma temporada, ela deve fazer parte da vida do ser humano”, quando o aluno começa a entender isso, ele aceita mais a atividade física na vida dele.

Vinícius Santos Pereira, 22 anos, malha há dois anos, e diz que seu objeto é ter uma saúde melhor e bom condicionamento físico. Como aluno, ele diz que sabe que a academia costuma lotar nessa época, mas não adianta muita coisa, “para ter o corpo perfeito em três meses só se fizer mágica ou uso de alguma substância errada”, completa.

Ele confessa fazer uma dieta que diminui o uso de carboidratos, podendo comê-los até às quatro horas da tarde e quando chega perto do verão ele tira completamente por quinze dias, e depois pode comer por quinze dias, fazendo revezamento. Remédios ele nunca tomou, mas costuma usar suplementos alimentares.

Vinícius ainda disse que conhece algumas pessoas que já fizeram loucuras em busca de um corpo sarado, para poder se exibir na praia, mas o resultado foi sempre temporário e teve consequências negativas com o passar do tempo.

Fonte: SulBahiaNews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *