Vídeo: Chuvas intensas causam tragédia no Rio de Janeiro e no Espírito Santo

Fortes chuvas, que atingiram o Rio de Janeiro e o Espírito Santo desde a última sexta-feira (20), deixaram um rastro de destruição e tristeza. Ao menos 12 pessoas perderam suas vidas, incluindo um pai que se sacrificou para proteger sua filha.

Petrópolis, na Região Serrana do RJ, foi a cidade mais castigada, com mais de 340 mm de chuva e 238 deslizamentos de terra. A forte concentração de chuva tornou o solo instável, provocando tragédias como a que vitimou Douglas José de Souza, de 24 anos. Ele abraçou sua filha Ayla para protegê-la de um deslizamento, mas não resistiu. Ayla, órfã, perdeu também sua mãe, irmão e avó.

Outras cidades também sofreram com as chuvas. Em Teresópolis, duas crianças morreram após o desabamento de casas, e em Arraial do Cabo, um homem foi atingido por um raio. Em Duque de Caxias, um motorista perdeu a vida após um acidente na pista molhada.

Frente fria estacionada

As chuvas intensas foram causadas por uma frente fria que se originou na região Sul e dissipou a onda de calor que assolava a região. Essa frente fria permanece estacionada entre o norte do Rio de Janeiro e o sul do Espírito Santo, prolongando a instabilidade climática.

Alerta máximo

As previsões indicam continuidade das chuvas no domingo, com alto risco de enchentes, enxurradas e deslizamentos. Os órgãos de defesa civil estão em alerta máximo e orientam a população a evitar deslocamentos desnecessários e a ficar atenta aos avisos e alertas.

Situação caótica no Espírito Santo

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), descreveu a situação no estado como caótica. Mais de 1.200 pessoas estão desalojadas e treze cidades foram declaradas em estado de emergência.

Solidariedade e reconstrução

As chuvas que assolaram o Rio de Janeiro e o Espírito Santo representam um triste episódio na história desses estados. A solidariedade e a rápida mobilização das autoridades e da sociedade civil são imprescindíveis para enfrentar os desafios decorrentes dessas tragédias naturais e reconstruir as comunidades afetadas.

Dados importantes:

  • 12 mortos: 8 no Rio de Janeiro e 4 no Espírito Santo.
  • Mais de 238 deslizamentos de terra em Petrópolis.
  • 1.200 pessoas desalojadas no Espírito Santo.
  • Treze cidades em estado de emergência no Espírito Santo.

Ajude as vítimas:

Doe para as entidades que estão ajudando as vítimas das chuvas:

Fique atento:

  • Acompanhe as últimas notícias sobre as chuvas nos sites dos jornais e portais de notícias.
  • Siga os órgãos de defesa civil nas redes sociais para receber alertas e avisos.
  • Tenha um plano de emergência caso precise evacuar sua casa.

Juntos, podemos superar este momento difícil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *